19 de nov de 2015

Praianos vence o penúltimo jogo do ano e chega a sua 18ª vitória



O penúltimo jogo do Praianos em 2015 foi de mais uma grande vitória, e novamente de virada. O adversário, o Passe Livre, apresentou um futebol de muita movimentação e toques rápidos, confundindo a marcação da defesa do Praianos. E foi numa jogada dessas rápidas que o adversário abriu o marcador, mas não demorou para o meio-campo empatar o jogo num chute de dentro de área.
A partir daí, o time do Praianos impôs um ritmo mais forte ao jogo e equilibrou as coisas e virou placar, com dois gols de Cristiano, mais um de Neto e um quinto gol em que o lateral Alberto Schok cruzou e o zagueiro adversário desviou contra o seu próprio gol. A confraternização,organizada pela diretoria, foi na área de festa da Cota Contabilidade. Neste sábado recebemos a visita do ex-Praiano Vavá e do amigo Clayton que vai estar com a gente na Pousada do próximo dias 27, 28 e 29, em Bombinhas.







9 de nov de 2015

Praianos perde em estreia de novo uniforme


O belo uniforme que estreou no último sábado

 Foi uma tarde de derrota, mas de grande futebol para o Praianos. A derrota por 4 a 3 veio num jogo contra um grande adversário muito bem armado e bem mais jovem que o time do Praianos. O adversário chegou a estar vencendo por 4 a 1 na metade do segundo tempo, mas o convidado Jean e Cristiano marcaram e o Praianos encostou no marcador, colocando muita pressão no final do jogo. Antes disso, Jean, no primeiro tempo, já havia marcado para o Praianos. Bem postado na defesa, o adversário segurou o resultado favorável embora a pressão forte exercida pelo Praianos até o apito final.
O resultado negativo foi ofuscado pela estreia do novo uniforme. Por meio de um patrocinador, o Praianos Cristiano Dacorregio conseguiu um belo uniforme onde a principal característica é o nome Praianos, pela primeira vez, em evidência na parte da frente da camisa. Nas costas, o número e o nome de cada jogadores. As cores – marrom claro e branco - também combinaram muito bem, além do estilo retrô que está muito em moda hoje. “É, sem dúvida, o mais belo uniforme já produzido para o Praianos até hoje”, comentou Alexandre Melo, tesoureiro do Praianos. Até quem não é mais Praianos, mas representa muito para o grupo ganhou a camisa de  passeio. Foi o caso do Mário Schneider e do Wilson, que nos brindaram com a visita neste sábado As camisas de passeio podem ser encomendadas ao custo de R$ 35,00 a unidade. A diretoria 2015 agradece o novo uniforme.
E para comemorar o novo uniforme, o trio Cristiano, Rodrigo Sestrem e Giu recepcionaram a turma na sempre agradável casa do seu Sério Werner, sogro do Cristiano, no bairro da Murta.Houve uma grande presença de Praianos. No próximo sábado será o penúltimo jogo da atual temporada.”Queremos vencer esses dois últimos jogos para terminarmos bem o ano”,comentou o presidente do Praianos, Oscar Neto.

3 de nov de 2015

Praianos vence mais uma de virada

Em uma tarde inspirada do atacante John, o Praianos voltou a vencer na tarde do último sábado (31), sem antes repetir o mesmo filme dos últimos jogos. Num início sonolento, permitiu ao Time do Célio abrir 3 a 0 no placar. E como em outros jogos, a goleada que se desenhava fez o time acordar e partir para a reação. John marcou 4 vezes e o meio-campo Leonardo Garcia fez mais um. Placar final 5 a 3. Uma virada espetacular. Com essa vitória, o Praianos retomou o caminho dos bons resultados. Agora já são 17 vitórias em 30 jogos, contra sete empates e seis derrotas, sendo duas fora dos seus domínios.
Festa em Penha
E para comemorar mais uma espetacular vitória de virada, a Família Praianos se encontrou em mais uma grande festa, realizada no Sindicato dos Metalúrgicos, na cidade vizinha de Penha. Lá, o Praianos Neverton, a esposa Rejane e as filha Gabriela e Manoela recepcionaram os convidados numa bela festa. O motivo foi a comemoração da Primeira Eucaristia da Gabriela e a Crisma da Manoela. Foram momentos muito agradáveis, que marcaram mais uma etapa na vida de todos.















25 de out de 2015

Praianos perde em jogo de muitos desfalques








Evaldo Preto na lateral direita, Rodrigo Melo na lateral esquerda, Alexandre Melo ora no meio de campo ora na lateral. E mais: Jô no gol, Lino na zaga, Neto, Bahia, Aurélio, Tiba e Cristiano. Esses foram os Praianos que prestigiaram o jogo do último sábado (24), em Florianópolis. “Vamos precisar fazer um jogo heróico”, como definiu o meio campo Neto antes da bola rolar. O time do Praianos encarou o time do Borges F.C, do Wlamir Borges, um ex-Praiano e fundador do nosso grupo. O confronto aconteceu no bairro de Ratones, caminho para Ingleses, na capital Florianópolis, e terminou com a vitória do anfitrião por 8 a 6, placar só definido nos últimos minutos.
O campo pequeno – seis na linha – impôs ainda mais dificuldades, além do adversário que tinha simplesmente outro time reserva e podia trocar jogadores à vontade. E as coisas ficaram ainda mais complicadas quando Tiba se machucou com cinco minutos de jogo. Antes da lesão, o Praianos já havia conseguido equilibrar o jogo e, com dois gols de Alexandre, virado o placar para 2 a 1. Com Bahia no lugar de Tiba e somente Rodrigo Melo e Preto na reserva, o Praianos passou a fazer, de fato, um jogo heróico. Na zaga, Lino conseguia neutralizar as jogadas pelo meio, enquanto Bahia e Cristiano tentavam atacar. Neto era firme na marcação e Aurélio de um lado e Alexandre de outro mais defendiam do que apoiavam. O adversário, ao contrário, atacava pelas duas laterais. Mesmo assim, o primeiro tempo fechou com o placar de 5 a 4 para o Praianos, com mais dois gols de Cristiano e um de Neto.
Para o segundo tempo, o time sentiria a falta de mais reservas. O adversário, com alguns jogadores bastante jovens, continuou mais agressivo no ataque  e ameaçando o gol defendido pelo bom goleiro Jô, e não demorou muito para o Borges empatar o jogo e seguiu com mais posse de bola, mas numa arrancada para o ataque Bahia sofreu pênalti. Neto colocou o Praianos novamente na frente. O time conseguiu segurar a pressão do adversário, mas faltando oito minutos para o fim de jogo o cansaço foi o maior adversário. Com lesão muscular, Alexandre foi a segunda baixa do time e Preto voltou para a lateral direita. Aurélio também voltou no lugar de Rodrigo Melo na lateral esquerda. Um minuto depois, o adversário empatou. Sem fôlego, o Praianos baixou de vez a guarda e o Borges se aproveitou para marcar mais duas vezes, dando números finais ao jogo: 8 a 6. O último gol do jogo foi uma verdadeira pintura.
Após o jogo, o Borges E.C  recepcionou o Praianos em sua casa, também em Ratones. Uma excelente recepção, com carne e cerveja gelada. Alexandre Melo, diretor financeiro do Praianos, agradeceu a recepção dos amigos de Florianópolis. “Foi uma tarde inesquecível, de muitas recordações”. Ele também ganhou do líder do Borges uma camisa do time, com a data de 1990 nas costas, referência à fase embrionária do Praianos, quando Melo e Wlamir começaram a jogar juntos no antigo centro de treinamento da Ceval, em Balneário Camboriú. “Fico muito grato pela lembrança, realmente foram tempos muito bons e essa amizade está conservada, isto é o importante. Vamos agora aguardar o Borges para o jogo da volta em Itajaí”. Melo,no entanto, lamentou a baixa adesão do Praianos. “É uma pena que poucos prestigiaram, o que deixou o time bastante desfalcado, mas agradeço aos que foram e honraram a camisa do Praianos”. O meio campo Neto e também membro da diretoria, elogiou a performance de Preto, Rodrigo Melo e Alexandre, que, segundo ele, se destacaram no jogo pela superação. Neto também agradeceu aos Praianos e ao convidado Bahia que foram à capital. No próximo sábado, o Praianos volta a jogar no seu campo, porém, não haverá confraternização. À noite, o grupo se encontra em evento organizado pelo Praiano Neverton. A diretoria precisa de confirmação até terça-feira. Como é de praxe, haverá um valor cobrado por família, para ajudar no evento.Confira mais fotos do jogo de Florianópolis na nossa galeria ao lado.





19 de out de 2015

De virada, Praianos conquista 16ª vitória no ano




Com três gols de Giovanni, dois do meio-campo Neto, um de Cristiano e outro contra, o Praianos venceu, de virada, a equipe do Amigos do Carlão (sem o Carlão) pelo placar de 7 a 4. E conquistar a 16ª vitória no ano não foi tarefa fácil, afinal, o time voltou a apresentar um futebol sonolento nos primeiros minutos do jogo. O adversário se aproveitou e abriu 3 a 0 no placar. “Pensei que hoje a gente seria goleado”, comentou o meio-campo Tiba, de grande atuação, ao final do jogo. Depois de ser surpreendido por um adversário que se preocupava muito mais em atacar do que se defender, o Praianos colocou a bola no chão e passou a buscar a reação. A entrada de Giovanni,  ainda no primeiro, foi decisiva para a reviravolta no Placar. Em dois ataques fulminantes, o Praianos marcou duas vezes e deixou a decisão para o segundo tempo.
No retorno do intervalo, já com o pequeno Jean em campo, o time parecia outro, com muita velocidade e rapidez.O adversário não conseguia acertar na marcação e quando atacava deixava muitos espaços para Giovanni e Jean, que passaram a infernizar a zaga. Foi assim que o Praianos marcou mais cinco vezes, enquanto o adversário conseguiu apenas mais um gol. Placar final: 7 a 4.  Na zaga do Praianos, Lino mostrou muita segurança e não deixou chances para o atacante adversário.No gol, Neverton, mais uma vez improvisado, mostrou que ainda não esqueceu como se joga no gol. A atuação do zagueiro-goleiro foi impecável.

Antes do jogo, o aquecimento do goleiro Neverton
 Confraternização

Uma vitória com ”V” só podia ser comemorada em grande estilo. Pela primeira vez, a turma ocupou o salão de festas do novo apartamento do Maurício Tiba. Além do anfitrião, completaram o trio Lino e Wesley. Recebemos também a visita de dois ex-praianos: Wilson e o “seu” Samir. Um agradecimento especial para o Tiba que atendeu a todos com muita cordialidade. No próximo final de semana, o Praianos volta a jogar em Florianópolis depois de muitos anos. Na capital dos catarinenses, o adversário será um “velho” conhecido do Praianos: Wlamir Borges, que foi um dos fundadores do grupo. Será um sábado de reencontros e recordações. Contamos com a presença de todos, com saída prevista às 13h30min. 

Leo, ainda recuperando a saúde, e Cabral que esteve em campo

Lino, Cristiano e Garcia

Preto,Neto, Bahia e Neverton (assador)


Neto e o ex-Praiano Wilson
Neto, Preto, Lino,Bahia e Neverton

Samir, ex-Praianos, e Neto